Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Regresso a Couchel - Blogue

Aqui confirmamos sempre se não estamos enganados nem a enganar ninguém

Regresso a Couchel - Blogue

Aqui confirmamos sempre se não estamos enganados nem a enganar ninguém

As grades da minha esola

Valedevaz2.jpg

As grades da minha escola

Vale de Vaz, princípios dos anos quarente do Século XX. A minha escola primária em toda a sua grandeza, como eu a frequentei de 1942 a 1946. Embora não se veja nesta imagem, a Estrada da Beira passa logo a seguir ao carreiro, depois da escola, a meia dúzia de metros. Apesar do local perigoso, (A Estrada da Beira tinha então um movimento já bastante considerável), "apenas" um miúdo teve ali um acidente fatal ainda antes de eu ter entrado na escola.

(Uma das primeiras coisas que aprendi na vida como se fosse um Padre Nosso foi saber andar na Estrada da Beira: sempre pela esquerda, no passeio oposto de frente para os carros). 

Notem bem: Quarenta (40) alunos das quatro classes, apenas uma e só uma professora.
No meu último ano de primária esta adolescente de 19 anos, levou “todos os dez alunos da 4ª. Classe” a exame e ficaram todos aprovados. Á pergunta do presidente do júri sobre a avaliação queela fazia dos seus alunos respondeu:

“Os meus alunos são todos para ficarem aprovados... o Domingos é para ficar distinto”.

Nesse tempo os miúdos não ficavam meses à espera de saber o resultado de uma disciplina… os mesmos eram afixados à porta da escola minutos depois dos exames terminados.
E lá estava: “Todos aprovados, o Domingos, distinto”. Acreditem:
Esta jovem professora dava ginástica, (ela própria), organizava jogos, levava-nos a ver filmes históricos,  “Inês de Castro”, por exemplo, e a fazer pique niques nas margens do Ceira.
(Era de Vide... a cem quilómetros da minha terra).
Percebem, ou querem que explique melhor?
Na foto do lado direito, na sombra onde está estacionado o carro, no Rossio de Vale de Vaz, era o recinto do recreio, no largo da terra, em pleno ar livre. (E nunca ninguém morreu). 
Está lá o edifício. Mas há muito que esta escola, e depois a da Gândara, que serviam aquela Zona Sul de Vila Nova de Poiares, Vale de Vaz, Couchel, Vale de Vaíde, Framilo, Valeiro das Hortas, Vale de Viegas, Cascalho, etc., deixaram de funcionar por falta de crianças.

Aniceto Carvalho